Para as Meninas

A importância do treino de força para as corredoras.

Força

Correr pode ser extremamente viciante. Quando você começar a se sentir mais em forma, com o corpo que sonhou, naturalmente vai querer fazer mais. Mas se você correr regularmente, o treinamento de força tem um papel fundamental no seu condicionamento físico geral e a gente explica por quê isso é ainda mais crucial para as mulheres corredoras.

Você pode não ser muito fã da idéia de puxar pesos em uma academia, seja por ter medo de ficar forte demais e masculizada, seja por preguiça. Mas o treinamento de força para corrida não significa necessariamente levantar pesos pesados e se encher de músculos saltados. Em alguns exercícios você pode usar resistência fornecida por uma máquina (como o leg press), ou através de uma pilha de pesos em uma polia de cabo, você pode também usar seu próprio peso corporal para resistência em outros exercícios como agachamento, afundo (para as pernas) e prancha (para o core), o que fará o mesmo efeito sem resultar em hipertrofia.

Ter um plano de treino de força é importante se você quiser correr sem lesões, melhorar a velocidade e aumentar a distância. Mesmo que você não tenha metas específicas de desempenho, fortalecer os músculos ainda tem um papel a desempenhar no seu cronograma e você deve buscar de duas a três sessões de treino de força por semana. Todas as atletas de topo treinam força e condicionamento e não são apenas as velocistas. Toda corredora de longa distância também precisa de um treio específico para fortalecer os músculos. Força e condicionamento melhoram o desempenho e reduzem as lesões. Músculos das pernas mais fortes podem absorver maiores cargas e impacto e gerar mais movimentação, o que certamente pode ajudar a correr.

Saiba que movimentos rápidos exigem alta e rápida produção de força e redução – aceleração e desaceleração. Então, se você vai produzir movimentos rápidos, que é o que se faz ao correr, você precisa ser capaz de produzir força rapidamente e também desacelerar os impactos rapidamente. Embora a corrida seja relativamente direta e obviamente não tenha a natureza de um esporte como o tênis, por exemplo, ainda requer movimentos rápidos e muita força. E você pode até não ser uma corredora rápida, mas a velocidade de corrida não importa. Correr ainda é um movimento rápido por si só. Ao contrário de sentar atrás de sua mesa ou andar.

Quando falamos de fortalecimento muscular, pensamos em melhorar a força, mas você vai além disso. O treino de força melhora também os tecidos conjuntivos e os ossos – não apenas os músculos. Quanto mais você trabalhar tecidos e músculos, mais fortes serão os tendões, mais fortes serão os ligamentos e mais saudável será a cartilagem.

Da mesma forma, fortalecer o corpo aumenta a densidade dos ossos e já se sabe que mulheres tem maior tendência a desenvolver osteoporose com o tempo, por isso é tão ou mais importante que as corredoras foquem em treinos de força, assim como os homens.

Por isso, quando bater a preguiça de treinar, lembre-se que quanto mais forte você for, mais consistentes serão seus padrões de movimento e melhor poderá controlar sua biomecânica (quando correr) por um longo período de tempo, o que significará maior tempo nas pistas sem preocupações com lesões.

Fonte: Women’s Running Magazine

Leia aqui também sobre a tríade da mulher corredora.

Sobre o Autor

Equipe Brasil Run

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade